PORTUGAL
VILA REAL

VILA REAL

A cidade nortenha de Vila Real, apesar do velho ditado “Pra lá do Marão mandam os que lá estão”, convida a bom vinho e boa mesa. Vila Real, prima não só pelas suas iguarias como também tem o privilégio de ser banhada pelo rio Douro, garantindo paisagens magníficas principalmente no verão, bem antes das vindimas.

COMO SAIR DO AEROPORTO?

Partindo do Porto (aeroporto), são cerca de 98km o que poderá demorar 1h e 10min, isto pela auto estrada onde a portagem fica a 6,25€. Este trajeto inclui a passagem pelo maior túnel da península ibérica, o túnel do Marão. A opção mais económica evita as portagens, mas implica uma viagem de 2h e 25min.

Sendo a partida do aeroporto de Lisboa, a distância da viagem ronda os 400km, ou seja, sensivelmente 4h de viagem e 20,95€ em portagens. É possível optar pelo trajeto pela estrada nacional podendo demorar até 7h. Os bilhetes de autocarro (​getbus)​ do aeroporto do Porto para Vila Real poderão rondar os 10 euros e ao mesmo preço há também a viagem de comboio do Porto para o Peso da Régua, cidade situada a 20 min de Vila Real, e claro, com umas paisagens igualmente imperdíveis. A viagem de carro seria o mais aconselhável dado que muitos dos locais turísticos se encontram afastados da cidade e alguns poderão ser de difícil acesso por outras vias.

ATRAÇÕES TURÍSTICAS GRATUITAS:

​Parque do Corgo - Ideal para uma tarde solarenga onde se pode desfrutar de um relvado extenso ao som do rio corgo, bem próximo, está situado o centro comercial e o teatro de Vila Real. Junto ao parque estão as piscinas municipais e o parque florestal com vários trilhos pedestres sendo este considerado o pulmão da cidade.

Câmara Municipal de Vila Real - O edifício data do final do século XIX e fica em frente à avenida principal da cidade, a Avenida Carvalho Araújo. Na mesma praça pode ser encontrada a casa de Diogo Cão, navegador português que chegou pela

primeira vez à foz do rio Zaire, localização próxima do cabo das Tormentas descoberto pouco tempo depois.

Santuário de Panóias - Monumento arqueológico com cerca de 2000 anos, construído em homenagem a um Deus cujo culto começou no Egipto. Podem ainda hoje ser observadas as inscrições nas rochas que revelam instruções dos rituais ali realizados. Segundo vários estudos, as instruções são muito claras, naquele santuário realizavam- se rituais como “matança das vítimas, o sacrifício do sangue, a incineração das vítimas, o consumo da carne, a revelação do nome da autoridade máxima dos infernos, e por fim a purificação”. 

Parque Natural do Alvão - O parque do Alvão convida a piqueniques, merendas e belos mergulhos no verão, pois a caminho da barragem do Alvão encontram-se várias cascatas como a dos Galegos da Serra. Para um passeio a qualquer altura do ano nada melhor que percorrer o caminho pedestre sobre a lagoa, ou melhor, a barragem do Alvão. A caminho da barragem podem ainda ser observadas as casas típicas da aldeia de Lamas de Olo.

Fisgas de Ermelo - Para os mais aventureiros um trilho na natureza pelas fisgas poderá ser uma excelente opção para a saúde do viajante, mas também porque só dessa forma poderá descobrir as belas Cascatas de Ermelo.

Cais da Régua - Já no concelho do Peso da Régua (a 30 km de Vila Real), mais propriamente, no cais, dá para observar os turistas a chegar nos seus navios de cruzeiro que balançam sobre a ligeira agitação do Douro. As senhoras com roupas tradicionais a apregoar os seus rebuçados típicos da região, também são presença assídua neste local bem turístico.

Miradouro Galafura - Caminho turbulento, mas facilmente alcançável de carro, tem uma vista deslumbrante sobre a vasta zona vinhateira do rio Douro. É um dos miradouros mais bonitos, se não o mais bonito do país, aconselhamos mesmo!

Museu da Vila Velha - Museu arqueológico onde as peças expostas ilustram a história da Vila Velha hoje reconhecida como cidade de Vila Real. Próximo a este museu fica o miradouro da Vila Velha com uma vista bem pitoresca sobre a cidade e sobre o rio Corgo.

Igreja de S. Pedro - Reúne vários estilos arquitetónicos tais como o barroco e o

neoclássico, este edifício é o resultado de mais de 200 anos de construção. Os seus tetos têm detalhes incríveis de talha dourada e as suas paredes são revestidas em azulejos típicos, exigidos por um fidalgo da casa real no ano de 1692.

Capela Nova - Também conhecida como Igreja dos Clérigos. Desenhada por Nicolau Nasoni, exatamente o mesmo arquiteto e criador da Torre dos Clérigos no Porto. Este também é responsável pelas arquiteturas do Palácio de Mateus, em Vila Real, e Palácio do Freixo, no Porto.

Sé de Vila Real - Ou Igreja do Convento de S. Domingos, construída no sec. XV sendo por isso notório o seu estilo gótico. Sofreu várias alterações ao longo dos anos, uma das quais causadas por um incêndio que destruiu parte do edifício.

Jardim Botânico UTAD (Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro) - É um dos maiores jardins botânicos da Europa, possui inúmeras espécies das mais diversas partes do mundo, possui cerca de 80 hectares de pura biodiversidade. Os visitantes podem dirigir-se ao Centro de Acolhimento do Jardim Botânico da UTAD onde poderão encontrar mais informações sobre as espécies lá presentes. Adicionalmente, a UTAD encontra-se a desenvolver um sistema onde cada espécie possui um QR Code que pode ser lido pelo telemóvel, assim, o utilizador facilmente encontrará mais informações sobre cada espécie desbravando o jardim de “fio a pavio”.

NÃO GRATUITAS MAS QUE VALEM A PENA :

​Palácio de Mateus - Edifício histórico de arquitetura barroca construído pelo arquiteto Nicolau Nasoni, sim, o mesmo arquiteto da Torre dos Clérigos no Porto, tal como mencionado. Dentro deste é possível encontrar os coches utilizados à altura da sua edificação bem como, mobiliário e decoração da época. O palácio é constituído pela casa, adega, capela e pelos majestosos jardins, contudo, parte da casa ainda é habitada pelos descendentes da família e por isso interdita a visitantes. O preço da visita guiada à casa + jardins + capela = 13€.

Horário : 9h às 17h. Aberto todos os dias.

ONDE DORMIR?

Hostel Douro Village - Localizado no centro da cidade, o preço para duas pessoas é de cerca de 36€ por noite (duas pessoas) .

Hostel O Palacete- Situado igualmente no centro da cidade, o seu valor por noite ronda os 50€ (duas pessoas), em caso de opção de estúdio familiar fica mais caro mas possibilita acesso à cozinha.

Borralha Guest House - Fica situado um pouco mais longe do centro da cidade, contudo é uma opção a considerar para quem se deslocar de carro. A relação preço/qualidade é muito boa, dado que, é um edifício histórico recentemente recuperado e com uma decoração incrível. Preço 80€ por noite (um quarto, duas pessoas).

Hotel Miracorgo - Fica por 100€ a noite (um quarto, duas pessoas) com pequeno almoço incluído, podendo ascender em época alta. Este hotel (tal como o próprio nome indica) conta com vista privilegiada sobre o rio e parque Corgo. Fica situado bem no centro da cidade, muito perto dos vários locais turísticos mencionados e bem próximo das pastelarias com os melhores doces da região.

ONDE COMER?

Restaurante O Transmontano - Tal como o próprio nome indica, o prato principal é nada mais que comida regional. O restaurante fica mesmo no centro da cidade e é muito económico rondando os 5€ por pessoa.

Restaurante Encosta do Alvão - Fica um pouco afastado da cidade mas acreditamos que a deslocação compensa. Conhecido pelas suas pataniscas de bacalhau com arroz de feijão “a fugir do prato”, como dizem os mais velhos. O preço médio ronda os 9€.

Restaurante Limonete - Para quem aprecia comida rápida mas tem sempre aquele bichinho de curiosidade da comida tradicional. O Limonete proporciona vários pratos, desde pizzas até às francesinhas, chegando aos pratos mais típicos da região, digamos que é económico e tem pratos para todos os gostos. Ideal para  um dia de exploração no concelho do Peso da Régua, dado que fica bem próximo do cais. Preço médio 7-10€ por pessoa.

Restaurante Zé Ponto Come - Muito conhecido pela sua magnífica francesinha, os preços por pessoa rondam os 10€.

Prego de ouro - Fica bem escondidinho, no entanto “quem procura sempre acha” e essa busca vale bem a pena principalmente pela deliciosa açorda de cogumelos, pena que só servem este prato na época adequada a esta iguaria. O preço é de aproximadamente 12€ por pessoa.

Amadeus - Para quem estiver instalado no hotel Miracorgo o Amadeus é a melhor opção. Está a 2 min a pé do hotel e nessa caminhada ainda é possível contemplar a bela paisagem para Vila Velha e para o rio Corgo. Preço médio 10-15€.

Restaurante Tralha - Restaurante de tapas onde a comida não falta e a bebida é à descrição. Ao fim de semana costuma ter música ao vivo e geralmente bem animada. Os pratos podem variar muito, contudo é fácil encontrar um aperitivo com os típicos enchidos. Os preços rondam os 15€ dependendo do menu. Cuidado! É um restaurante muito concorrido, convém ligar com antecedência para reservar.

Pastelaria Gomes - Não podem deixar de provar os maravilhosos e típicos covilhetes, que são nada mais que pastéis de carne com um recheio especial. São divinos, principalmente se forem comidos bem quentinhos.

Pastelaria Lapão - Estando pelo centro da cidade e se der aquele ratinho no estômago, nada melhor que um cafezinho e uma crista de galo. Este é um bolo típico que tem o formato da crista de um galo (daí o nome), tem um recheio ótimo e é envolvido em açúcar, é perfeito, pena acabar tão depressa!

Pastelaria Nova Pompeia - Conhecida pelo bolo São Marcos, que é nada mais que um bolo de pão de ló com gelado no meio e uma cobertura de caramelo. Parece simples ou banal, mas é verdadeiramente delicioso!

                                                                                                                      CONTRIBUTO DA VIAJANTE MÁRCIA CARVALHO

  • Instagram