PORTUGAL
ROTERDÃO

ROTERDÃO

Localizada no Sul dos Países Baixos, Roterdão é uma cidade jovem e dinâmica com cerca de 623.000 habitantes. A reconstrução a que a cidade foi sujeita, após o bombardeamento que sofreu durante a Segunda Guerra Mundial, é o espelho da poderosa mentalidade dos seus residentes. Atualmente, a cidade apresenta arranha-céus imponentes, um vistoso porto comercial, restaurantes diversificados, um dos mercados mais bonitos do mundo, museus de renome e excelentes festivais. É este conjunto de atrações que faz de Roterdão um local a não perder durante uma visita aos Países Baixos.

 

COMO SAIR DO AEROPORTO

As duas maneiras mais fáceis de chegar à cidade de Roterdão são através do aeroporto de Haia/Roterdão ou do aeroporto de Amesterdão. 

O aeroporto de Haia/Roterdão recebe voos diretos vindos dos aeroportos de Lisboa e de Faro e encontra-se a cerca de 15/20 minutos do centro da cidade, dependendo do meio de transporte utilizado. Recorrendo ao comboio ou ao autocarro, o custo da viagem até ao centro da cidade é de 4€, utilizando um cartão que é válido para andar livremente nos transportes públicos por 2 horas e que pode ser adquirido no aeroporto. Recorrendo ao táxi, este terá um custo aproximado de 30€.

A outra opção é chegar através do aeroporto de Amesterdão que recebe vôos diretos e diários procedentes dos três principais aeroportos portugueses. Chegado ao aeroporto de Amesterdão, a forma mais fácil de chegar a Roterdão é através de comboio. O preço do bilhete é 13,20€ + 1€ da impressão do cartão (total de 14,20€). Se adquirir online não tem a cobrança de 1€ da impressão. Este percurso tem a duração de 1 hora e 15 minutos.

 

ATRAÇÕES TURÍSTICAS GRATUITAS

Erasmusbrug – Provavelmente o maior ícone da cidade de Roterdão. Com 800 metros de extensão, esta ponte atravessa o rio Maas, conectando a parte Norte com a parte Sul da cidade. É considerada por especialistas como uma das mais espetaculares pontes a nível mundial.

De Markthal – Mercados locais existem em muitas cidades, mas a combinação de mercado com alojamentos de luxo no mesmo edifício fazem do mercado de Roterdão algo único e de visita obrigatória. Possui cerca de 100 stands de comida (alguns de comida portuguesa), 15 lojas, vários restaurantes, um supermercado e quatro pisos de estacionamento subterrâneo. A juntar a isto, o mercado de Roterdão apresenta uma obra de arte espalhada pelo seu teto que promete deliciar quem o visita. Horário: Segunda a Quinta das 10h às 20h, Sextas das 10h às 21h, Sábados das 10h às 20h e Domingos das 12h às 18h.

 

Hel Plood – É um dos edifícios que é possível encontrar em frente ao De Makthal. O Hel Plood é um edifício residencial mas tem a característica especial de ter a forma de um lápis gigante! Foi desenhado pelo mesmo arquitecto das “Casas Cubo”, referidas mais à frente neste artigo, e vale a pena dar uma espreitadela! 

 

Oude Haven – Um conjunto de barcos históricos como pano de fundo fazem do Oude Haven (Porto Antigo) um excelente local para comer, beber, dançar e passear como um habitante local. No Verão, os bares e esplanadas enchem-se e dão ainda mais vida a este local tão histórico da cidade.

 

Het Witte Huis – Em 1898, a Witte Huis (Casa Branca) era o edifício de escritórios mais alto da cidade. Com uma altura de 43 metros, é considerado o primeiro arranha-céus a ser construído na Europa. Possui uma bela fachada de tijolo de vidro branco, adornada com mosaicos e estátuas característicos do estilo da Arte Nova. É um dos poucos edifícios que sobreviveu aos bombardeamentos alemães de 1940 e é, nos dias de hoje, Monumento Nacional e Património Mundial da UNESCO.

Delfshaven – Esta pitoresca marina é uma das poucas partes da cidade antiga que sobreviveu ao bombardeamento que Roterdão sofreu em 1940. Nesta zona da cidade conseguiu-se, e bem, preservar a sua autenticidade, com o maior exemplo a ser, talvez, o moinho conhecido como De Distilleerketel. 

Witte de Withkwartier – Este é o coração vibrante da arte de Roterdão e um quarteirão conhecido pela sua dinâmica vida noturna. Aqui localiza-se o De Witte Aap, um bar que já foi classificado pela famosa revista Lonely Planet como o melhor bar do mundo.

 

NÃO GRATUITAS QUE VALEM A PENA

Kijk-Kubus – As famosas Casas-Cubo, projetadas por Piet Blom são um dos grandes ícones da cidade de Roterdão. Foram construídas com o objetivo de dar um novo ar à cidade após os bombardeamentos da Segunda Guerra Mundial. É possível visitar a praça onde estão localizadas estas obras de arquitetura de forma gratuita e apreciar o seu exterior. Uma destas casas foi convertida em museu e é possível visitar o seu interior, ficando-se a perceber como seria viver numa habitação com um design tão peculiar. 

Horário: Todos os dias das 11h às 17h.

Preço: 0-3 anos, Grátis; 4-11 anos a 1,50€; 12-64 anos a 2,50€; Estudantes e Maiores de 65 anos a 2€.

 

Laurenskerk – A Igreja de S. Lourenço é a principal igreja da cidade e a sua localização é considerada o local de nascimento de Roterdão. Foi um dos edifícios mais afetados após a Segunda Guerra Mundial e a sua reconstrução tornou-se um símbolo do que a cidade e a sua população tinham sofrido. Em frente à sua entrada tem um amplo jardim onde é possível relaxar com familiares/amigos.

Horário: De março a outubro: Terça a Sábado das 10h às 17h; De novembro a fevereiro: Terça a Sábado das 11h às 17h. Encerra aos Domingos e Segundas.

Preço: Crianças até aos 12 anos não pagam; Maiores de 12€ pagam 3€.

É ainda possível realizar a subida à torre em horários específicos e esta atividade tem um custo de 4,50€ para menores de 18 anos e de 6€ para adultos.

 

Euromast – Uma atração para os mais corajosos e que promete ser uma das mais incríveis que Roterdão tem para oferecer. O primeiro elevador desta torre eleva os visitantes a 112 metros de altura onde se situa uma plataforma de observação com vista panorâmica sobre a cidade e um restaurante. A atração principal é o elevador giratório (Euroscope) que oferece uma visão de 360º sobre a cidade e que leva os visitantes a uns incríveis 185 metros de altura! Atreves-te a subir?

Para os que se decidirem aventurar ainda mais, existe ainda a possibilidade de fazer rapel da plataforma de observação até ao chão, totalizando mais de 100 metros de descida, algo único na Europa. Esta atividade tem um custo de 57,50€ por pessoa (inclui valor da entrada).

Horário: De abril a setembro das 9h30 às 22h00 e de outubro a março das 10h00 às 22h00.

Preço: Crianças dos 0 aos 3 anos é Gratuito; Crianças dos 4 aos 11 anos pagam 6,75€; Adultos (12-64 anos) pagam 10,25€; Maiores de 65 anos pagam 9,25€.

 

Museu Marítimo – Viagem para miúdos e graúdos ao passado e presente da história do mundo marítimo. Experiências interativas, exposições contemporâneas, visita a alguns dos barcos no exterior do museu são algumas das atrações que encantarão toda a família. A tudo isto acresce o facto de o museu estar localizado no maior e mais antigo porto museológico dos Países Baixos, local onde começou por ser o famoso Porto de Roterdão.

Horário: Terça a Sábado das 10h às 17h; Domingos e Feriados das 11h às 17h. Encerra às Segundas e nos dias 1 de janeiro, 27 de abril e 25 de dezembro.

Preço: Crianças até aos 4 anos não pagam; Crianças dos 4 aos 15 anos pagam 10; Maiores de 16 anos pagam 14€; Estudantes pagam 9€.

 

De Kuip – Esta é uma sugestão para os amantes de futebol. Carinhosamente conhecido como a “Banheira de Roterdão”, este é o estádio do maior clube de Roterdão e um dos melhores dos Países Baixos, o Feyenoord Rotterdam. É possível fazer uma visita ao estádio, passando por locais marcantes como o túnel de entrada para o relvado ou o balneário onde os jogadores se equipam. Esta atividade termina com a visita ao museu do clube, onde é possível ficar a conhecer mais sobre a sua história e os títulos que conquistou. Este Tour tem a duração de 90 minutos e recomenda-se que seja marcado via online no website do clube. Não se realizam Tours em dias de jogo.

Horário: De Quarta a Sábado. Os Tours têm lugar nestes dias às 10h30; 12h30 e 14h30. Às Quartas não se realiza o Tour das 10h30.

Preço: Crianças até aos 4 anos não pagam; Crianças dos 5 aos 14 anos pagam 11€; Maiores de 15 pagam 15€. Caso queiram um pack com almoço incluído o preço é 30€.

 

Kinderdijk – Esta última recomendação não é na cidade de Roterdão, mas é merecedora de uma visita. Kinderdijk é um local Património Mundial da UNESCO, constituído por 19 moinhos do século XVIII. São um dos símbolos típicos dos postais que vemos dos Países Baixos. Local ideal para tirar algumas fotografias inesquecíveis para mais tarde recordar! A forma mais rápida de chegar é através do Waterbus nº 202 com destino a Kinderdijk Molenkade que parte do centro de Roterdão, junto à Erasmusbrug. A viagem dura cerca de 30 minutos e tem um custo de 4€ por viagem. A compra do bilhete é feita dentro do Waterbus.

Horário: Todos os dias das 09h00 às 17h30.

Preço: Crianças até aos 3 anos não pagam; Crianças dos 4 aos 12 anos pagam 5,50€ se o bilhete for comprado no local ou 5€ caso seja comprado online; Maiores de 12 anos pagam 11€ se o bilhete for comprado no local ou 9€ caso seja comprado online.

 

ONDE DORMIR?

Hostel Room Rotterdam – Para backpackers que pretendem conhecer a cidade a um custo mais económico! Cama em dormitório a 1km do centro da cidade, com cotação de 8.6/10 no Booking.  Uma noite tem um preço médio de 27€.

 

EasyHotel Rotterdam City Centre – Simples, cómodo e bastante central. Uma noite, para 2 pessoas, tem um preço médio de 44€.

 

CityHub Rotterdam – Situado no centro de Roterdão, este hotel-cápsula que permite uma experiência diferenciada. Com uma aplicação móvel, os hóspedes podem controlar o quarto e conversar com outros viajantes ou com o CityHosts. Uma noite, para 2 pessoas, tem um preço médio de 60€.

 

ONDE COMER?

Vader Kleinjan Café – Localizado num dos locais mais históricos de Roterdão, com vista para o Porto Antigo, este espaço apresenta uma carta diversificada de comidas e bebidas num ambiente acolhedor. O preço médio por pessoa ronda os 20€. Horário: Segundas das 15h às 01h. Terça e Quartas das 12h às 01h. Quintas e Sextas das 12h às 03h. Sábados das 11h às 03h. Domingos das 11h às 01h.

 

The Meat Club – A melhor carne sul-americana aliada à hospitalidade de Roterdão. Encerra às Segundas. O preço médio por pessoa ronda os 20€.

 

Sate Lounge – Restaurante de churrasco de receita Indonésia, localizado no mercado de Roterdão. Excelente opção para uma refeição relativamente barata e fácil de transportar. O preço médio por pessoa ronda os 15€. Horário: Segunda a Quinta das 10h às 20h, Sextas das 10h às 21h, Sábados das 10h às 20h e Domingos das 12h às 18h.

                                                                                                         CONTRIBUTO DO VIAJANTE Diogo Neves

  • Instagram