PORTUGAL
GENEBRA

GENEBRA

A forma mais económica de chegar a esta cidade suíça - segunda maior do país - sem escalas é através dos vôos da Easyjet a partir do Porto, Lisboa ou Faro.

 

COMO SAIR DO AEROPORTO

É gratuito e simples! Junto dos tapetes para recolha da bagagem estão máquinas que dizem FREE TICKETS que oferecem (custo zero) um bilhete para o centro da cidade com validade de 80 minutos (pode ser usado em todos os meios de transporte públicos - comboio, autocarro, etc). Não se paga nada, mas atenção porque depois da zona dos tapetes para levantar a bagagem estas máquinas já não existem.

Saindo de seguida para o hall das chegadas devem dirigir-se em direção à estação dos comboios (para o lado esquerdo) e andar cerca de 5 minutos. Qualquer comboio independentemente do destino vai ter como primeira paragem o centro da cidade (CORNAVIN), pelo que o melhor é mesmo apanhar o comboio que sai mais cedo. Devem sempre sair na primeira paragem (só estarão no comboio cerca de sete minutos), caso contrário a segunda paragem de qualquer um destes comboios será sempre noutras cidades. 

 

É possível visitar a maior parte das atrações turísticas a pé, no entanto há algumas que são mais distantes e é importante referir que se ficarem hospedados em hotéis, hostel ou parques de campismo em Genebra têm direito a um "Geneva Transport Card" totalmente gratuito que pode ser usado durante toda a estadia (devem referir ao efetuar a reserva que querem usufruir desse benefício e pedir o cartão no checkin). Este cartão é pessoal e intransferível e permite viagens ilimitadas pela rede de transporte público de Genebra (comboio,autocarro e taxi-boats amarelos - os Mouettes Genevoises).

 

ATRAÇÕES TURÍSTICAS GRATUITAS

Cidade velha - É obrigatório o passeio pela zona velha da cidade que é cheia de recantos pitorescos, bem como de monumentos e praças encantadoras.

Catedral de St. Pierre - É majestosa e imponente, com vitrais lindos para quem gosta de arte sacra (entrada gratuita). Horário de 1 de outubro a 31 de maio (de segunda a sábado: das 10:00 às 17:30 | domingo: das 12:00 às 17:30 ). Horário de 1 de junho a 30 de setembro (de segunda a sábado: das 9:30 às 18:30 | domingo: das 12:00 às 18:30). 

As torres da catedral estão abertas até às 17h e aconselhamos a visita à Torre Norte - é necessário subir 157 degraus mas a vista panorâmica sob a cidade é incrível. É possível vermos o Lago Léman, o Jet d’Eau, os montes dos Alpes e floresta verdejante. Imperdível!

Praça do Bourg-de-Four - É a mais famosa praça da cidade e onde se instalaram também as mais famosas marcas de luxo.

Parque dos Bastiões - Um simpático parque onde é realizado um dos mais bonitos mercados de Natal do país e onde podemos também encontrar o famoso Muro dos Reformadores construído em homenagem aos fundadores da Igreja Protestante Suíça.

Jardim dos Ingleses - Um simpático parque verde junto ao Lago Léman ideal para dar um passeio e apreciar a natureza sem deixar de ver o Relógio Florido.

Lago Léman - É o segundo maior lago da Europa e é nele que está o mais famoso ícone desta cidade, o Jet d´Eau, um jato de água no meio do lago que alcança os 140 metros de altura.

Ponte do Mont-Blanc - Junto ao Jardim dos Ingleses existe esta ponte com vista para os Alpes, e se a atravessarmos em direção à cidade velha e seguirmos do lado da ponte pela  direita encontramos o Monumento de Brunswick e à sua frente uma placa que indica o local onde foi assassinada a Imperatriz Sissi a 10 de Setembro de 1898.

Praça de Molard - Ideal para visitar à noite pois a iluminação peculiar do pavimento dá um efeito incrível ao ambiente.

Templo de Fusterie - É um espaço calmo e de descoberta, tanto espiritual como cultural. É um espaço característico pelo silêncio e contemplação, mas também por eventos destinados ao diálogo e debates sociais a serviço de todos os cidadãos. Aberto de terça a sábado das 12:00 às 17:00 sem contar com os eventos que vão acontecendo.

Basílica Notre Dame de Genebra - Este edifício imponente no centro da cidade é localizado junto à estação ferroviária de Cornavin e  está aberta para visita de segunda a sábado das 06:30 às 19:30 e domingo das 07:00 às 21:00. É uma das paragens dos peregrinos que fazem o caminho para Santiago de Compostela (entrada gratuita).

 

Praça das Nações - Vale a pena visitar esta icónica praça de Genebra onde é possível encontrar a famosa Chaise Cassée (uma cadeira gigante com uma perna partida construída com cinco toneladas de madeira que simboliza a luta contra o uso e fabrico de minas terrestres).

 

 

NÃO GRATUITAS MAS QUE VALEM A PENA

 Museu e sede Internacional da Cruz Vermelha- A entrada tem o custo de 15 CHF (adulto)  - equivalente a 14€  e encerra à segunda-feira.

Palácio das Nações - Onde se situa a sede europeia das Nações Unidas. A entrada tem o custo de 15 CHF (adulto) , o equivalente a 14€. Pode verificar mais informações no seguinte link: https://www.unog.ch/80256EE600581D0E/%28httpPages%29/5ADC7FB14E2750BD80256EF7005848A2?OpenDocument

ONDE DORMIR

Os alojamentos em Genebra são muito dispendiosos, sendo possível encontrar no Airbnb quartos duplos a partir dos 70€, valor que - para a cidade - é bastante em conta.

ONDE COMER

As refeições na Suíça têm um preço bastante elevado se compararmos com Portugal (cerca de 30/40€/pessoa), mas seria um pecado não provar o fondue de queijo, a raclette ou trazer chocolates suíços de Genebra.

 

Sugestão de um restaurante simples, com decoração modesta mas com comida ótima a um preço razoável (a partir dos 16€) para experimentar o fondue de queijo: LA LIMITE na Rue des Charmilles 11.