PORTUGAL
BRUXELAS

BRUXELAS

Bruxelas é a capital da Bélgica, havendo até quem diga que é a capital da Europa! Esta é um importante centro de política internacional sendo a cidade onde estão localizadas as principais instituições da União Europeia. Como é um país da UE, não precisará de passaporte ou visto se for português.

 

Em Bruxelas, as línguas oficiais são o francês e o holandês, mas muitos nativos falam o inglês fluentemente. O fuso horário em Bruxelas é apenas mais uma hora em relação a Portugal e o clima é muito semelhante ao nosso.

 

COMO SAIR DO AEROPORTO

A maneira mais económica e rápida de chegar a Bruxelas a partir de Lisboa, Porto e Faro é através dos voos da Ryanair. Estes normalmente demoram cerca de 2-3 horas e têm um custo médio de ida de 30€ e de volta de 30€. No entanto, os voos de volta para Faro ficam um pouco mais caros.

Em Bruxelas existem dois aeroportos: o aeroporto de Zaventem (ou de Bruxelas) e o aeroporto de Charleroi. A vantagem do aeroporto de Zaventem são as suas excelentes conexões com o centro de Bruxelas e até as outras cidades da Bélgica.

A maneira mais rápida e económica de sair do aeroporto de Bruxelas é usando o comboio, o qual demora cerca de 20 minutos a chegar ao centro de Bruxelas. Existem também autocarros que demoram mais tempo, sendo mais adequados para quem se hospedar na zona europeia. Para além disso, existem também serviços de transfer e de táxi, os quais ficam mais caro, sendo mais recomendáveis a quem viaja em grupo.

Podem adquirir também um dos bilhetes da "MOBIB Basic card" que permitem a mobilidade através de autocarros, metros e comboios, durante 24h (7.5€), 48h (14€) ou 72h (18€). Deste modo, é possível fazer a viagem do aeroporto até ao centro e também ir a locais mais longe do centro como, por exemplo, a zona europeia, de forma rápida e económica.

 

ATRAÇÕES TURÍSTICAS GRATUITAS

 

Grand Place – É das praças mais bonitas da Europa, sendo impossível não ficar maravilhado com a sua arquitetura. É o coração de Bruxelas. Definitivamente imperdível!

Manneken Pis – É a famosa pequena estátua do menino a urinar na pia de uma fonte. Um dos símbolos mais famosos de Bruxelas.

Jeanneke Pis – A réplica feminina do Manneken Pis. É muito mais recente e poucos sabem da sua existência!

Atomium – Foi desenhado como símbolo e pavilhão principal da Exposição Universal de Bruxelas de 1958, representando um átomo de ferro ampliado 165 bilhões de vezes! O seu exterior é então a maior atração turística de Bruxelas.

Galerias Saint Hubert – Primeiras galerias comerciais da Europa, ainda hoje cheias de lojas de peças de roupa, calçado e acessórios linds (mas caras), restaurantes e de lojas de chocolates! Estas galerias criam uma conexão entre a parte histórica de Bruxelas e a parte mais moderna.

Mont des Arts – É provavelmente o local com a melhor vista da cidade! É uma zona muito tranquila, boa para admirar a vista enquanto se descansa das longas caminhadas.

Palácio Real de Bruxelas – Este palácio é a sede da monarquia constitucional belga e o seu exterior é magnífico. Durante o verão (23 de julho a 25 de agosto), o Palácio Real abre as portas ao público gratuitamente (exceto às segundas-feiras), podendo os visitantes ter acesso a certas salas do palácio.

Parc du Bruxelles – Está situado mesmo em frente ao palácio real e vale mesmo a pena passear pelos seus jardins.

Notre Dame du Sablon – Uma igreja gótica muito bonita, especialmente o seu exterior. Tem entrada gratuita.

Comissão Europeia – É muito familiar para quem está atento às notícias e apesar de a visita ao interior ser apenas possível para grupos com mais de 15 pessoas, vale a pena olhar para o seu exterior.

Parlamento Europeu e Parlamentarium – Vale a pena a visita se quiser conhecer mais da Europa e das Instituições Europeias. O Parlamento Europeu vale a pena ser visto do exterior e o Parlamentarium tem entrada gratuita e é de rápida visita! Horários Parlamentarium: 13h-18h (segunda), 9h-18h (terça a sexta) e 10h-18h (fim-de-semana).

Parc do Cinquantenaire - A imensidão tanto de espaço como de beleza deste parque é de cortar a respiração! É a zona onde se situa o famoso arco do triunfo Les Arcades du Cinquantenaire e, por isso, um passeio por este parque é imperdível.

 

NÃO GRATUITAS MAS QUE VALEM A PENA

 

Atomium – O interior do Atomium é ideal para pessoas que adoram ciência! O interior das esferas do Atomium tem várias exposições permanentes e temporárias visualmente interessantes. Existem esferas que permitem ter uma vista espetacular da zona do Atomium e ainda há um restaurante na esfera superior. O interior do Atomium está aberto todos os dias das 10h às 18h. Preços: 16€ (adultos), 14€ (maiores de 65 anos), 8.5€ (estudantes, pessoas com mobilidade reduzida e crianças com mais de 1.15 metros) e entrada gratuita (crianças com menos de 1.15 metros). 

Mini Europa – É a disneyland de Bruxelas: perfeita para crianças e para adultos! A Mini Europa é a melhor maneira de conhecer mais de 80 cidades da União Europeia em poucas horas através de maquetes das mesmas. Existem imensos monumentos em miniatura tais como a Torre Eiffel ou o Big Ben. Para além disto, em cada maquete existem elementos interativos muito engraçados!

Horários: de 10 de março a 30 de junho e em setembro – 9h30-18h; de 1 de julho a 31 de agosto – 9h30-20h; de 1 de outubro a 6 de janeiro – 10h-18h; sábados à noite (17 de julho até 14 de agosto) – 21h30 às 24h (com fogo de artifício). Fechado de 7 de janeiro a 8 de março!

Preços: 16.5€ (adultos), 12€ (a partir dos 11 anos ou 1.15 metros), entrada gratuita (crianças menores de 11 anos ou 1.15 metros). A entrada para a Mini Europa inclui um guia em português que indica o percurso e dados sobre cada um dos monumentos.

Existe, no entanto, um bilhete combinado com a entrada no Atomium que ficará 29€ (adultos), 27.3€ (maiores de 65 anos), 22.5€ (crianças entre os 12 e os 18 anos) e 18.4€ (menores de 12 anos).

Museu Magritte – Museu com obras que refletem a evolução artística do famoso artista belga, Magritte. Sugiro apenas para aqueles que sejam fãs da arte surrealista, como eu! Horário: 10h-17h das segundas às sextas e 11h-18h aos fins-de-semana. Preços: 10€ (adultos), 8€ (maiores de 65 anos), 3€ (estudantes, pessoas com mobilidade reduzida) e entrada gratuita (crianças).

 

Caso goste de visitar museus, tem a opção do Brussels Card que lhe oferece entrada gratuita e descontos para entrar em diversas atrações turísticas.

 

ONDE DORMIR?

 

Congrès Parc Royal – Apartamento muito perto do centro com transfer do aeroporto. Uma noite para 2 pessoas fica por volta de 90€.

 

ONDE COMER?

 

Berlin Fabrik – Tem o melhor hambúrguer de sempre! Aberto todos os dias das 11h às 23h. Preços: 3€-13€. Apresenta opção vegetariana e um bar com cervejas belgas que tem de experimentar (recomendo a Duvel)!

Friture Pitta De La Chapelle – Se quiser experimentar as famosas batatas fritas belgas, esta barraca é a ideal. O preço é barato e a experiência deliciosa! Aberto todos os dias das 12h às 23h. Tem opções de hambúrguer, wraps, kebabs, etc.

PAUL – Caso esteja farto de ir sempre a um Starbucks buscar o café da manhã para levar ou arranjar um bom lanche, o PAUL é uma boa opção alternativa. É uma padaria que encontra espalhada por Bruxelas e tem produtos bons e de preço acessível! Aberto de segunda à sexta das 7h às 18h30 e aos fins-de-semana das 7h30 às 18h30.

 

Sugestão: não deixem de comprar chocolates belgas em lojas típicas e escondidas pela cidade, não nos centros turísticos, de modo a arranjar o melhor preço com igual qualidade. Para além disso, existem muitas confeitarias com waffles à venda e em qualquer uma eles são maravilhosos. No entanto, tente não comprar waffles em confeitarias que não os expõe à porta porque isso é uma indicação de que os waffles não são frescos e, por isso, não tão bons! 

                                                                                    CONTRIBUTO DA  VIAJANTE TRAVELER WITH DREAMS 

  • Instagram